Neste site Na Web

Fotos Recentes

image
image
image

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

A falsa Teologia da Prosperidade


"Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que para o mundo são pobres, para serem ricos em fé e herdeiros do reino que ele prometeu aos que o amam?"
Tiago 2:5

Teologia da Prosperidade - a farsa!

Vivemos num mundo extremamente materialista, onde o consumo é imenso, onde TER é mais importante o que SER e onde ter bon salário é sinal de "bênção de Deus", ou seja, ser pobre é "não possuir bênção divina" ou "falta de fé"! Meu desejo é cooperar com cristãos verdadeiros no 'combate' a heresia da teologia da prosperidade!

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas"
Mateus 6:24

Como nosso blog se propõe a se fundamentar 'somente na Bíblia' iremos fazer uso Dela e claro, discorrer em cima de textos e materiais disitintos apenas para mostrar o que se diz por aí e a história desta teneborsa teologia (que de 'teo' (Deus) não tem nada , o certo seria mamonlogia (do deus mamon - do aramaico: mammonas = confiança, riqueza personificada ), assim ficaria melhor: "mamonlogia da prosperidade".

"E disse-lhes: Nada leveis para o caminho: nem bordão, nem alforje, nem pão, nem dinheiro; nem deveis ter duas túnicas." Lucas 9:3

O que se ensina por aí... Numa grande quantidade de 'igrejas', pastores tem ensinado que uma 'prova' de que o 'crente' está no 'caminho certo' , com 'fé', 'fazendo o que é certo' e demonstrando que é mesmo 'filho de Deus' é ele estar progredindo economicamente, ter 'bom' salário e assim poderá até mesmo 'ajudar' os outros e à 'obra de Deus (difícil compreender às vezes o que é essa tal obra, uma vez que mais parece 'obra da igreja tal !!).

"Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres?
Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade" Mateus 7:22-23

De uns tempos para cá, mais ou menos da década de 70 para cá, houve uma mudança comportamental evangélica, onde de repente 'poderes' , 'milagres' , 'curas divinas', 'profecias', 'revelações' e 'bênçãos materiais' começaram a tomar a dianteira das pregações que deveriam, ser única e exclusivamente 'expositiva' (perdoem-me os que gostam de pregações de 'três pontinhos', de ilustrações, de 'adaptar à realidade dos dias atuais', de 'mensagens práticas' , mas é aí nessas tantas pregações que se perderam muitos pregadores ensinando o que nem mesmo a Bíblia disse ou quer nos dizer! Uma pregação expositiva (aquela em que se lê um texto bíblico sempre em seu contexto e se faz apenas esclareciementos dos pontos culturais, geográficos e linguísiticos) é, sem dúvida nenhuma, a pregação bíblica pois não nos permite interpretar do 'nosso jeito' e sim que o Espírito Santo esclareça, ilumine e nos mostre o que Ele deseja.

As múltiplas interpretações bíblicas originaram as mais diversas denominações evangélicas , dividindo o que deveria ser unido (um só rebanho) e até mesmo rivalizando os crentes, pois uns defendem tal interpretação e outros defendem outra e assim não conseguem a comunhão que se espera do povo de Deus, simples num partir do pão!

Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?" I Co 3:16

A necessidade das igrejas evangélicas se revela em seus 'templos' com suas cômodas poltronas, aparelhos de ar-condicionado, telões, computadores, instrumentos sofisticados para o 'louvor' faz com que a arrecadação de dinheiro (mal interpetada e que a chama de 'dízimo') precise aumentar, daí ouvimos pastores 'levantando' (é levantar bem alto mesmo!) 'ofertas' para comprar aquele terreno de alumas dezenas de milhares de reais, ou aquele carrão, ou erguer um 'templo bonito e digno de Deus' (esqueceram que nem o glorioso templo de salomão permaneceu, nem o chamado tempo de Herodes (dos dias de Jesus) e que o próprio Senhor Jesus deixou claro que daquele dia em diante cada cristão era um templo.

Os cristãos na Bíblia, uma vez espalhados pelos confins da terra não se envolviam em 'construções' de templos, ou levantar ofertas para comprar o terreno para a construção do novo templo, ou adquirir a carruagem do ano...nada disso, eles levantavam ofertas sim, mas para enviar evangelisats pelos confins da terra, não com salários fixos e altos mas com o mínimo de sustento necessário, levantavam ofertas para ajudar os pobres e perseguidos que tinha perdido tudo...

"E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens." Marcos 7:7


Nunca vemos na Bíblia nenhum cristão levantando ofertas para construção de templo, de mega-salário de pastor, de aquisição de carruagens (atualmente carrões, jatinhos...), até a pregação do evangelho se fazia de modo corpo a corpo sem uso de escritos em série (salvo as cartas do Novo Testamento dirigidas às igrejas e com objetivo doutrinário)! Hoje se investem em templos de centenas de milhares de reais, em veículos, em mídia, e o evangelho quase não alcança mais ninguém! Ah, mas dirão: o programa do pastor fulano atinge milhares de pessoas (mas até os canais seculaers alcançam, o que está em questão é o que estes programas ensinam pois haja visto que uma formação de povo que se diz crente tem cada vez mais perdido qualidade, cada vez mais desconhecem a Bíblia, cada vez mais confiam em qualquer coisa que tal líder pregue!

"Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência." Lucas 17:20

Se a mídia tem sido boa, se os templos modernos tem sido bons, deve ser apenas para alguns, pois a grande maioria se mostra fraco , debilitado e eu diria, enganado, pois a Verdade, ou seja as Escrituras não são ensinadas! Bom, para se construir tais templos modernos que dão tanto orgulho aos crentes denominacionais (dizem: viu nosso templo? que bonito, tem até telão!), para se comprar jatinhos, carrões, computadores, recursos eletrônicos, etc...precisa-se de dinheiro e não pouco! Para isso foi criada a 'teologia da prosperidade' pois quando os 'crentes' assumem que tem de 'investir' mais no 'reino de deus (deixei em minúscula porque discordo de que seja para o Deus verdadeiro, até porque a Bíblia diz que o Reino de Deus não se manifesta com VISÍVEL APARÊNCIA !) precisam de mais e mais dinheiro!

O que vemos a seguir são:

a) alguns 'crentes' marginalizando outros pois os que tem recursos financeiros muitas das vezes se tornam arrogantes em acHar que por terem ouro e prata deste mundo são 'mais abençoados' dos que os outros!

"Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus." Mateus 5:3

Do grego 'humilde' = ptochos

que rasteja e ainda:

1) reduzido \a pobreza, mendicância; que pede esmola

2) destituído de riqueza, influência, posição, honra

3) humilde, aflito, destituído de virtudes cristãs e riquezas eternas

4) desamparado, impotente para realizar um objetivo

5) pobre, indigente

6) necessitado em todos os sentidos

7) com respeito ao seu espírito

8) destituído da riqueza do aprendizado e da cultura intelectual que as escolas proporcionam (pessoas desta classe mais prontamente se entregam ao ensino de Cristo e mostram-se prontos para apropriar-se do tesouro celeste)

"Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras." 2 Coríntios 11:15

b) com arrecadações maiores as 'igrejas' são vistas mais como 'empresas' e com um 'marketing' enganador, o diabo se utiliza dessa visão da sociedade em relação à 'igreja' para denegrir a imagem da verdadeira igreja, não a do pastor fulano, mas a de Cristo!


"Pedro, porém, lhe disse: Não possuo nem prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!" At 3: 6

c) criam-se concepções de que 'melhores empregos', 'melhores ganhos' e 'melhores condições de vida' são 'provas' fundamentais de que "Deus está abençoando!" , mas o que falar de Pedro - o apóstolo que junto com João declaram: "não temos prata nem ouro... (At 3: 6) ? Coitados, eram crentes ainda infantis pois não estava ainda abençoado por Deus, visto que além de não terem dinheiro na carteira, andavam a pé e moravam em casas simples ! "Tadinhos..." . Não! Estes eram homens de Deus e muito abençoados!


"Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;" Filipenses 4:12

Que dizer de Paulo que declara que sabe tanto o que é fartura como escassês... (segundo a maldita teologia da prosperidade talvez quando ele estivesse vivendo em escassês estivesse 'em pecado' ou 'com falta de fé' ou ainda sem 'determinar que não aceita viver em escassês' (assim dizem muitos defensores da teologia da prosperidade! Nada disso! Paulo 'dá um banho de bênção divina em ser um homem de Deus que morreu servindo ao Senhor!

Uma vez ouvi ao telefone) "fulano tá progredindo lá (acerca de coisas materiais), pois quando Deus abençoa tudo dá certo!", isso é um modo de ver as bênçãos de Deus de forma deturpada, pois a grande maioria dos cristãos da igreja primitiva jamais avaliaram as coisas assim, senão chegariam a conclusão absurda de que Deus não os amava nem os abençoava...


"Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus,"
Efésios 2:19


"Todos estes morreram na fé, sem ter obtido as promessas; vendo-as, porém, de longe, e saudando-as, e confessando que eram estrangeiros e peregrinos sobre a terra." Hebreus 11:13

7 "Foram apedrejados, provados, serrados pelo meio, mortos a fio de espada; andaram peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos, maltratados" Hebreus 11:3

"Amados, exorto-vos, como peregrinos e forasteiros que sois, a vos absterdes das paixões carnais, que fazem guerra contra a alma," 1 Pedro 2:11

O escritor de Hebreus diz que a igreja é 'peregrina' e ninguém que é peregrino leva uma casona, os móveis mais caros, o carrão, o jatinho, a comida com fartura, as melhores roupas para a peregrinação, antes logicamente leva apenas o necessário, esta é a perfeita definiçaõ de 'propseridade' nas Escrituras, a expressão 'prosperidade' não siginfica 'ter muito' mas ter o 'suficiente para a jornada', nisso, com certeza Deus supre ('cada uma de vossas necessidades')

"Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores." 1 Timóteo 6:10

Muitos nessa correria de buscar riquezas (ainda que digam que é apenas uma boa condição de vida), em ter as 'bençãos de deus' (deixo em minúsculo porque não concordo que seja o Deus verdadeiro no caso) são justamente os que só 'vão a igreja', os que frequentam cultos, mas não sabem o que significa amor, misericórdia, paz, piedade, evangelizar, deixar 'tudo' para se alcançar o Reino de Deus!

sábado, 26 de dezembro de 2009

Quem não está na Igreja Evangélica está fora da Igreja de Jesus Cristo?


Parte I

"Atos 9:31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número."


O termo "igreja" utilizado no Novo Testamento é a palvra grega
ekklesia formada por dois termos ( ek ou ex preposição primária denotando origem (o ponto de onde ação ou movimento procede), de, de dentro de (de lugar, tempo, ou causa; literal ou figurativo),de dentro de, de, por, fora de) e mais o etrmo kaleo que pode ser traduzido por 1) chamar 2) chamar em alta voz, proferir em alta voz 3) convidar 4) chamar, i.e., chamar pelo nome 5) dar nome a 6) receber o nome de 7) dar um nome a alguém, chamar seu nome 8) ser chamado, i.e., ostentar um nome ou título (entre homens) 9) saudar alguém pelo nome

A união destes dois termos ek + kaleo resulta no sentido: 1) reunião de cidadãos chamados para fora de seus lares para algum lugar público, assembléia 2) assembléia do povo reunida em lugar público com o fim de deliberar 3) assembléia de Cristãos reunidos para adorar em um encontro religioso 4) aqueles que em qualquer lugar, numa cidade, vila, etc, constituem um grupo e estão unidos em um só corpo 5) totalidade dos cristãos dispersos por todo o mundo 6) assembléia dos cristãos fieis já falecidos e recebidos no céu.

Uma vez um amigo enviou um e-mail para mim usando uma expressão que na hora que li achei engraçada, mas cheia de lógica! Ele dizia que nosso grupo de amigos estavam 'fora' da igreja (se referindo ao fato de não fazerem mais parte do rol de membros de denominações evangélicas) e ele completav "como podemos estar for da igreja se somos a igreja?"

Então ele completou "fora d igreja, mas fazendo parte da igreja...". Nesse trocadilho ele resumiu tudo: podemos estar sim, fora da igreja evangélica, denominacional, mas assim mesmo e para sempre, fazer parte da
IGREJA (grifo meu), isso porque nunca em nenhuma parte da Bíblia, que é a Palavra de Deus vemos a questão pertencer da a Igreja (a do Senhor Jesus) como se tratando de membresia de denominações! Ser cristão antes de tudo é aquele que segue a Cristo, se identifica com ele e O adora e por assim dizer, O serve (pois quem O adora necessariamente tem de servi-Lo). O termo cristão foi utilizaod pela rimeira vez para identificar aqueles que seguiam a Jesus Cristo, Seus ensinamentos, buscando amar da mesma forma que Ele amou. No grego o termo cristão é Christianos e tem sentido de "seguidor de Cristo" logo, ser cristão não tem nada a ver com fazer parte de uma denominação evangélica ou qualquer outra instituição humana!

"Atos 11:26 tendo-o encontrado, levou-o para Antioquia. E, por todo um ano, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos."

O peso que é posto sobre cristão que se 'afastaram' de denoinações e outras insitituições religiosas que alegam ser cristãs é escravizadora! Dizem: "fulano está desviado", "beltrano não está mais na igreja"...isso é atitude marginalziadora e vazia de amor cristão!

Os ensinamentos das igrejas insitucionais são os mesmos das Escrituras?

Longe de ser um criticista pois reconheço o quanto a igreja evangélica já fez bem a tantos, não posso apenas me deixar conduzir pela emoção, mas como proposta deste blog, buscar respostas na Bíblia:

Quem é o pastor nas congregações cristãs segundo as Escrituras?
Leiamos

"
At 14:23 E, promovendo-lhes, em cada igreja, a eleição de presbíteros, depois de orar com jejuns, os encomendaram ao Senhor em quem haviam crido."

"Efésios 4:11 E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres,"

"I Tm 5:17 ¶ Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino."

"At 20: 17 ¶ De Mileto, mandou a Éfeso chamar os presbíteros da igreja." e "28 Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue."

"Tt 1: 5 ¶ Por esta causa, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes, bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros,..."

Com estes textos desejo mostrar que:

1. Primeiramente o 'pastor' (ou melhor, o presbítero) era alguém mais velho (daí o nome presbítero - presbus - que no grego siginifica pessoa de idade avançada, maduro emocionalmente e na fé);

2. A sua 'missão' ou 'ministério' era presidir, ensinar e pastorear a congregação na qual ele foi eleito;

3. Eram eleitos e não 'postos' em uma congregação vidno de outros lugares;

4. Tinham a função de bispo (olhar de cima, supervisionar = sentido da palavra grega);

5. Também tinham a função de ensinar (daí o ministério de pastor - Ef 4: 11), portanto o conhecimento pelno das escrituras é fundamental!

Vejamos um pouco do que ocorre nas igrejas evangélcias atualmente:

1. Alguns 'viram' pastores por orgulho, por que querem etr a sua própria igreja!

2. Muitos dos pastores conhecem superficilamente as escrituras e ensinam uma série de doutrinas e práticas estranhas a Bíblia, algumas até heréticas!

3. Na maioria não foram eleitos pela congregação, ou seja, não são da própria congregação, não são homens amadurecidos, e confundem 'título' de pastor com a verdadeira missão pastoral!

4. Muitos pastores são na verdade 'pregadores' por trás dos pulpitos e não pastores no sentido bíblico (que ensina, que apascenta (está sempre junto com as ovelhas, dá a vida por ela, cura, ata, busca a perdida, a defende...)

"Ez 34: 14 Apascentá-las-ei de bons pastos, e nos altos montes de Israel será a sua pastagem; deitar-se-ão ali em boa pastagem e terão pastos bons nos montes de Israel. 15 Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas e as farei repousar, diz o SENHOR Deus. 16 A perdida buscarei, a desgarrada tornarei a trazer, a quebrada ligarei e a enferma fortalecerei; mas a gorda e a forte destruirei; apascentá-las-ei com justiça."

A submissão excessiva e irrestrita às autoridades denominacionais fazem com que muitos servos se percam de sua vocação. Por exemplo, no tocante ao ato de batizar, não há referência alguma na Bíblia de que seja ato exclusivo do pastor, assim um pastor poderia aceitar sim que um cristão maduro na fé , um evangelista (Felipe o era), um diácono possa batizar os convertidos, mas oq ue vemos é uma centralização na pessoa do 'pastor' e isso pode cooperar para uma tendência de 'sumosacerdote' a ele! Outro detalhe é a questão da ministração da santa Ceia, porque a igreja não delivera para que os cristãos possam celebrá-la em suas casas em comunhão com outros irmãos? Medo, talvez, da perca da 'autoridade'... Isso são apenas alguns detalhes...

Outra situação que egra polêmica na sociedade é a ostentação, a avareza, a idolatria ao dinheiro que passou a ser chamada disfarçadamente de teologia da 'prosperidade' ! Pastores deixaram de ser servos e se envolvem cada vez mais no materialismo e na busca de status financeiro, títulos, etc.

"At 19:25 convocando-os juntamente com outros da mesma profissão, disse-lhes: Senhores, sabeis que deste ofício vem a nossa prosperidade"

No grego a expressão euporia ou euodoo e tem sentido de estar preparado para uma jornada, assim sendo, não imgino que alguém que vai sair numa jornada vai levar um montão de coisas materiais, riquezas, mas o necessário e essencial para seu sustento durante esta jornada - a vida!

"2 Coríntios 11:3 Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo."

Muitas pregações são ridículas e recheadas de segundas intenções! Muitos pregadores pregam a teologia da prosperidade visando seu próprio enriquecimento ou de sua denominação! Em vez da simplicidade servil que Cristo nos deixou como exemplo!

"I Timóteo 6:10 Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores."

Aliás, Deus escolheu os pobres para o seu Reino!!!!

"Tiago 2:5 Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que para o mundo são pobres, para serem ricos em fé e herdeiros do reino que ele prometeu aos que o amam?"

A expressão 'pobres' (no grego ptochos ) em minha terra (Rio Grane do Sul) tem um sentido de pequeno e bem cabe aqui , pois os 'pequenos' (os simples, pobres, humildes) são os escolhidos de Deus!

A verdadeira definição de igreja (chamados para fora) , doutrinas ensinadas e alvos aqui na terra nos levam a questionar sobre a essência espiritual das denominções em si, por mais que sejam até idôneas, estar nela não quer realmente significar ser 'salvo' e estar fora dela não quer dizer 'desviado' , 'perdido' ou 'não-salvo', pois ser cristão está ligado essencialmente a ser um com Jesus e não uma questão de membresia denominacional. Ser cristão significa ser identificado com Jesus, em outras palavras ser confundido com Jesus por atitudes de amor, por palavras abençoadoras, temperadas com sal, por atitudes de mansidão, de humildade, de simplicidade e acima de tudo, de se reconhecer pecador e de ser grato por ser salvo pelo único meio de salvação: pela fé exclusiva em Jesus Cristo!

Nosso objetivo, como já dissemos antes, não é 'pregar contra as igrejas' mas defender a fé bíblica, a salvação do homem não como uma membresia denominacional, mas como pela total suficiência do sacrifício de Jesus Cristo, Nosso Senhor e Verdadeiro Pastor!

Vamos continur com o tema na próxima postagem, pois é beme xtenso e polêmico...até lá!

Que o Senhor nos abençoe!



segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Seguidores de quem?


Tantas igrejas...seguidores de quem afinal?

Nem Calvino nem Lutero, nem R R Soares, nem edir Macedo, nem fulano nem beltrano, apenas Jesus Cristo!
O homem que confunde fé bíblica com religião tende a trocar a Glória do Senhor por homens mortais, ainda que virtuosos todavia pecadores, falhos, errôneos... Se Lutero teve sua parcela de honra e elogios por seu desejo de ver o homem compreender que é pela fé em Jesus Cristo que o homem é salvo tão somente, transformar-se num luterano é se submeter a doutrinas humanas e não à Bíblia; honrar a Calvino por sua maestria e inteligência é correto até certo ponto, mas tornar-se calvinista é perder o sentido de se ser tão somente cristão; gostar de algumas frases de R R Soares em sua exposição intencional na mídia é até aceitável, mas crer que tudo que ele (R R Soares) diz é bíblico é falta de sabedoria bíblica; admirar o processo de crescimento de 'fiéis' nos templos da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) é de se esperar tal admiração, mas considerar que os ensinos desta denominação são coerentes com as escrituras é falta de senso e de zelo pela Bíblia. Muitos seguem Helen White (Ig. Adventista), outros Davi Miranda (IG Deus é Amor), outros ainda a Joseph Smith (Mórmons), outros a Charles Russel (Os Testemunhas de Jeová) e outros ao 'Papa' (catolicismo) só prova o quanto o homem se desviou da fé genuína que é essenialmente bíblica! As muitas denominações só revelam discordância, divisão e discrepância! Difícil é aceitar ainda, que tendo tantos povos que carecem do evangelho, as igrejas investem em erguer templos memso uma do lado de outra. Há ruas em que encontramos diversas denominações mas há para vergonha destas mesmas denominações, tantas pessoas em terras distantes ou não (há lugares no Brasil onde se carece de pregação genuína do evangelho , o de Jesus!)!

"Mateus 28: 19 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;"

Que igreja é melhor me peguntam com frequência...nenhuma é essencialmente boa, pois a divergência doutrinária mostra egocentrismo em seguir 'doutrinas' ensinadas por seus fundadores e não a nos deixada pelos apóstolos.


"Ezequiel 34:7 Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do SENHOR:"

Por falar em apóstolos, como se não bastasse, muitos homens sem nem um centimetro da estatura espiritual e sem o chamado divino e santa vocação, ardem em vaidade por serem chamados de 'apóstolos', de 'pastores', de 'reverendos', ... ou se humilham e percebem que são tão somente e ao mesmo tempo maravilhosamente SERVOS ou serão um dia envergonhados diante do Senhor por serem ególatras (adoram a si mesmos).
Há quem nem aceite ser chamado pelo nome de nascimento, consideram desrespeito serem chamdos assim senão por 'pastores' ou 'reverendos' !!!!! Seria tão bom se se sentissem tamanha honra em ser o jumentinho que conduziu o Senhor , sem nome, mas que teve o privilégio de 'levar' o Senhor Jesus! Quem quer a honra de ser chamdo e reconhecido como 'mestre', 'apóstolo', 'pastor', 'reverendo', 'bispo', 'presbítero', etc... demonstra que não tem sabedoria do alto, porque ainda que vemos estas expressões na Bíblia em nenhum momento são 'título' e sim 'serviços', tanto que vemos homens escolhidos diretamente pelo Senhor sendo chamados por seus nomes (Paulo, Pedro, João), vemos João Batista não querendo honra alguma e reconhecendo que ele mesmo deveria diminuir para que Cristo se agigantasse me seu ministério! Se Jesus precisou ser beijado para ser identificado, tamanha a identificação Dele como o homem comum, simples, não é nada difícil localizar o 'pastor' em uma denominação, basta ver quem está de terno e gravata, que fica atrás do púlpito e que confunde divina vocação com seminário!

Isaías 48: 11 "Por amor de mim, por amor de mim o farei, porque, como seria profanado o meu nome? E a minha glória não a darei a outrem."

Há ainda os que procuram mais ainda, querem ser reconhecidos como doutores, phd, thd, e tantos outros títulos de vaidade, bastava serem jumentinhos em muito dedicados a levar o Senhor para todos os povos!
A liderança passou a ser 'profissionalizada' e viver como Paulo, o apóstolo, é raridade!

"Judas 1: 11 -12 Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré. Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas;"

Para sua própria vergonha e desonra do Nome do Senhor entre os que ignoram a Palavra, vemos 'profissionais que vivem regaladamente , em casas 'boas' e que dirigem carrões! Visite uma casa de pastor e veja sua 'simplicidade' ...
Nem Calvino e nem Lutero e nenhum outro nome, mas apenas o Nome que está acima de todo nome: Jesus!

" João 17: 17 Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade."

Ou se segue a Cristo ou se segue aos homens que se fazem 'líderes' de um povo que cada dia sabe menos da Bíblia...
Templos luxuosos, bonitos e modernos...contudo, podem estar encobrindo uma multidão sem conhecimento da Palavra de Deus, ainda que fiés seguidores de alguém! Templos! Ah, quanta diferença do ministério do Senhor e dos apóstolos que pregavam em baixo de copas de árvores, em lugares públicos, entre catacumbas... Quanta diferença!

"Isaías 55:2 Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão?"

Quando um pastor fala que gastou dezenas de milhares de reais na construção do templo ou em sua 'modernização' somente demonstra que não compreendeu nem sequer o que significa misericórdia!


"Mateus 6: 19 Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;"

Você já parou pra pensar que quanto mais se levantam 'ofertas' e mais se recebam 'dízimos' a evangelização do mundo é lenta? Mas, onde são investidos estes recursos? Em janleas, bancos almofadados, em telões, notebooks emcima de púlpitos, em eventos sociais, mas na pregação simples e pura do evangelho...quase nada! Isso é IGREJA de Cristo? Eu tenho a minha resposta, cabe a você ter a sua...

domingo, 6 de dezembro de 2009

Dinossauros poderiam estar na 'Arca de Noé ' ?


Continuando nosso tema sobre dinossauros, restaria-nos ainda provar que eles precisariam ter entrado na Arca igualmente com os outros animais. As principais dúvidas levantadas são o 'tamanho' da arca para conter tantos animais (e dos grandes!) e a capacidade dos animais conviverem harmonisosamente dentro dela por um período algo superior a 1 ano!
Um criacionista resolveu mandar construir uma réplica da arca de Noé (ainda que com a metade do tamanho real segundo as medias citadas nas Escriturs em Gn 6: 15-18)

Réplica da "Arca de Noé" construída pelo criacionista Johan Huibers para demonstrar que era possível sim conter as espécies animais que Deus havia enviado para a ARCA conforme narrativa em Gn 6: 15-16.

"E desta maneira a farás: De trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinqüenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura. Farás na arca uma janela, e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás andares, baixo, segundo e terceiro."

Medidas:
134 metros de comprimento
23 metros de largura
14 metros de altura
área: 9.250m²
Volume: 43.150 m²
Semelhante a de um transatântico atualmente



video


Segundo um blog* que há pouco li, o autor deste calculou cerca de 11.800 m², o que passaria em mais de 2.000m² ao volume segundo as Escrituras. Podemos ainda considerar que o côvado empregado como medida por Noé fosse o côvado egípcio o que daria no final uma área bem maior. Outra consideração é de os animais que entraram na arca fossem mais jovens e portanto menores, até mesmo filhotes, aí a área da arca daria perfeitamente para todos! *http://criacionista.blogspot.com/2008/05/tamanho-da-arca-de-no.html


O cientista Richard Owen usou pela primeira vez em 1841* a expressão "dinossauros", assim, esta expressão como vimos em postagem anterior, encontra seu paralelo em tanniym, em Gn 1: 21, que é traduzida como 'baleia' mas a melhor traduçãos seria 'monstro'

A questão de "se Noé levou" os animais para dentro da arca pode ser respondida seguindo dois versos da Bíblia, em Gn 6: 19-20:

19 E de tudo o que vive, de toda a carne, dois de cada espécie, farás entrar na arca, para os conservar vivos contigo; macho e fêmea serão.
20 Das aves conforme a sua espécie, e dos animais conforme a sua espécie, de todo o réptil da terra conforme a sua espécie, dois de cada espécie virão a ti, para os conservar em vida.

Como cristão, compreendo que ao dizer Deus que "de toda a carne, dois de cada espécie" podemos ou conclur que os dinossauros estavam incluidos e reforça-se a idéia com "de todo o réptil da terra"ou ainda que eles foram deixados para serem extermianos pelo dilúvio (aí teríamos uma boa alternativa para a extinção total deles!)

Penso que agora há uma outra dúvida surgindo: E os dinossauros carnívoros (e igualmente os outros carnívoros de outras espécies) não atacariam os demais seres e os comeriam dentro da arca ou mesmo a caminho dela?

Ah! mais uma dúvida: e estes animais não atacariam Noé e sua família?

Há em Gn 1:29-30 uma declaração de Deus em que Ele afirma e dá a erva verde como alimento para todos os animais (sim, todos os animais pré-diluvianos eram herbívoros assimo como o homem). Nesse caso, se dinossauros entraram na arca, eles eram então herbívoros!

Os fósseis revelam que muitos dos 'dinossauros' eram carnívoros e isso pode endossar a idéia de que estes não entraram na arca...

'29 E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento. 30 E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.'

Somente depois do dilúvio Deus autoriza a comer carne - Gn 9: 3, há um novo hábito alimentar desde então:


'Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde.'

Como cristão busco na Bíblia mais respostas:

Gn 7:9
" Entraram de dois em dois para junto de Noé na arca, macho e fêmea, como Deus ordenara a Noé."

O verbo bem colcocado "entraram" para junto de ... demonstra uma ação divina e não com um blogueiro escreveu dizendo que Noé deveria ter passados varios anos 'capturando' estes animais em diversas partes do mundo! Deus, em Sua onipotência 'ordenou' que os animais viessem e 'entrassem' para Noé!

Alguém cético, dentro de suas rezões, poderia alegar: 'ah! mas isso é forçar a barra', contudo. nós cristãos, confiamos que Deus é poderoso para curar doenças, abrir o Mar Vermelho, enviar fogo do céu, ressuscitar mortos, etc, assim, cremos também que Ele pode 'ordenar' animais e estes O obedeçam! Pela fé cristã não há dificuldade nenhuma nisso, afinal, Deus é Todo-poderoso!

Se formos seguir fundamentações científicas não poderemos nem acreditar na arca e nem dizermos que temos fé, pois fé é acreditar em Deus e não em nossos conhecimentos, recursoso e capacitações!

Hb 11:6 "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe..."


sábado, 5 de dezembro de 2009

Afinal, os dinossauros existiram?


Os dinossauros e a Bíblia

Como nossa proposta é que cada tema seja abordado Somente na Bíblia, vamos a Ela para ver o que diz sobre estas espécies.

Base da discussão:

Muitos cristãos ficam sem saída quando o tema a se discutir são dinossauros, fósseis, pré-história, coisas correlatas. Isso porque uma boa parte das denominações vê a ciência como um 'instrumento do mal' e ou seguem repetindo o que a liderança denominacional ensina.
Já deparei com irmãos na fé que me diziam: "Pedro, não existiram não, não é possível", mas embasados no que algum pastor afirmara.
Todos os anos cinetistas renomados, sérios, honestos trazem a tona fósseis de pequenos e grandes animais diferentes dos que hoje existem. Teremos de negar tais achados ou indo ao extemos de 'julgar' todos estes cientistas como 'mentirosos' e 'enganadores' (claro, já existiram cinetistas que mentiram sobre achados fósseis, mas considerar TODOS mentirosos é ser radical demais, não é mesmo?) ou considerar todos esses fósseis como 'irreais' !
O ponto crítico não se assenta em crer ou não nesses achados e sim encontrar base bíblica para a exustência desses animais, assim, cada fóssil que for encontrado poderemos 'aliviados' exclmar: "Acharam mais uma prova de animais criados por Deus e que já não mais existem em nossos dias!"



A Base Bíblica:

Para nós cristãos, diferentes do que pregam os cientistas da linha evolucionistas, as espécies não são resultados de processos evolutivos ilógicos, mas resultado do poder criador de Deus. Precisamos achar então nas Escrituras Sagradas a base bíblica para provar que Deus criou os 'dinossauros' , certo?



Questão de tradução...

No primeiro livro das Escrituras Sagradas, o Gênesis, temos o relato resumido da criação da Terra e de tudo que nela há.
Vamos por partes: De Gn 1: 1 até Gn 1:20 temos a narrativa da criação da estrutura fundamental para a existência da vida na Terra (a atmosfera, as águas de 'cima' e as de 'baixo' - vapor na atmosfera, umidade do ar, rios, lagos, mares, crosta, vegetação, Sol, Lua, tudo coexistindo para 'viabilizar' a vida na Terra! (tudo isso a própria ciência reconhece!). Entramos em Gn 1: 21, a vida animal é então criada, e veja que as primeiras formas de vida são classificadas como 'grandes', ou 'monstros' embora a traduçaõ force para 'baleias' o que não expressa de fato o termo hebraico: 'tanniym' que é, nesse versículo traduzido como 'baleia', mas a melhor tradução aponta para a expressão 'monstro' no sentido de 'grande', 'gigante'!

Encontramos esse termo em outras passagens que igualmente são traduzidas de formas diferentes!

Outras expressões hebraicas nas Escrituras Sagradas descrevem seres colossais e sem iguais entre os animais atuais:

O LEVIATÃ

    "Naquele dia o Senhor castigará com a sua dura espada, grande e forte, o Leviatã, a serpente veloz, e o Leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão que está no mar" (Isaías 27:1)

    "Fizeste em pedaços as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto" (Salmo 74:14)

    "Tal é este vasto e espaçoso mar onde se movem seres inumeráveis, animais pequenos e grandes. Ali passam os navios; e o leviatã para nele folgar" (Salmo 104:25,26)

Reassaltamos que a respeito do Leviatã é visto como um animal que vivia no mar. Algumas traduções da Bíblia têm em rodapé (não no texto original) a referência que o leviatã é o crocodilo. Porém o crocodilo não pode ser compararado ao ser descrito nas passagens rcitadas, nem em Jo 41. A passagem bíblica de Salmo 104:26 chega mesmo a traçar um paralelo de grandeza entre o o leviatã e um navio (observe que não compara a um pequeno barco) : 'ali passam os navios; e o leviatã para nele folgar.'

O Leviatã é apresentado como um animal temido, saindo chama (entenda-se, calor) da sua boca (v.21), com pele tão espessa (15-17) que nem espada ou pedra o afugenta. Curiosamente, lemos no verso 9 de Job 41: "eis que a sua esperança falhará" numa clara e evidente referência à sua extinção. Por outro lado, isso significa que o homem conviveu com ele, pois descreve-o de uma forma muito completa.

O BEEMOTE. Também Jo 40:15-24 fala do Beemote, que era um ser herbívoro (v.15). Ele movia a sua cauda, com ossos fortes (v.17) e era impossível de capturar (v.24). Embora algumas versões da Bíblia o apresentem como o hipopotamo, a descrição não é conducente com esse animal, mas com um dinossauro.

OUTRAS REFERÊNCIAS. Mas existem outras passagens que se referem a "dragões" de vários tamanhos, como * Isaías 34:13. * Miqueias 1:8. * Malaquias 1:3. Nestas passagens, a palavra original no hebraico é tanniym, isto é, 'monstro'. Os dinossauros foram criados por Deus, multiplicaram, encheram a terra e conviveram com o Homem, cumprindo assim a ordem de Deus (Gén.1:22).
Veja mais sobre este tema em: : http://www.luzparavida.net/dinossauros.html

O que abordo aqui neste post é que há na Bíblia expressões que podem ser traduzidas como 'grandes animais' e mesmo sobre a 'extinção' destes, embora não pretenda a Palavra de Deus ser uma enciclopédia científica e por isso não se detém no assunto. Todavia, a Bíblia afirma a existência de grandes animais e isso pode nos levar a crer que estes animais exisitiram!

No próximo post vamos abordar a questão de que existindo esses grandes animais eles devem ter entrado na arca que Noé, segundo modelo que Deus lhe deu. Até lá! Que Deus nos abençoe a todos!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Somente na Bíblia...


Vamos começar nosso blog com a Verdade, ou seja, a Bíblia. Toda vez que depararmos com um assunto que gere controvérsia ou polêmica, vamos para a Bíblia! O foco desse blog é suprir os cristãos de recursos não-denominacionais, livre de qualquer tendência, de denominacionalismos, de doutrinas humanas e de parcialidades religiosas. Não defendemos nem defenderemos nenhuma denominação ou religião, até porque, por mais que tenham em seu cerne o proclamar a "verdade", acabam por misturar a história da instituição, o pensamento de seus fundadores, as suas confissões de fé e catecismos com a Bíblia, que deveria ser vista como a única Fonte de Fé e de Prática do cristão!
Muitos cristãos sinceros acabam por propagar doutrinas de suas denominações como se fosse verdade bíblica, mas a verdade não pode ter discrepâncias, concorda? Como pode uma denominação dizer que a "esquerda" (exemplo) é a verdade e outra denominação dizer que é a "direita", seria totalmente contraditório" Assim, a existência de tantas denominações tem refletido essa contraditoriedade, pois se todas pregam unicamente a "verdade" porque são tão distintas entre si?
A conclusão, é que, nas denominações classificadas como sinceras, acabam dendo pregadas doutrinas vindas de suas histórias de fundação,modo de interpretar a palavra de seus fundadores, regras sociais de comportamento dos "membros" daquela denominação, pois afinal, todoa denominação acaba por terem 'membros' e isso já prova que é uma associação com estatuto definido, contrário a igreja cristã pura e simples, aquela que não tem placa, título, estatuto, porque seu fundamento é Cristo e suas regras estão firmadas unicamente na Bíblia!
Não estaremos aqui no Somente na Bíblia para deflagrar nenhuma 'guerra' a nenhuma denominaão ou religião, nossa proposta é unicamente mostrar na Bíblia o que Ela fala sobre cada assunto que for surgindo!
Nosso objetivo e sonho é ver uma 'igreja' mais pura e simples, sem estas tantas crenças, crendices e doutrinas que são essencialmente do homem e não de Deus!
Reflita conosco e compartilhe conosco, mas lembre-se: Somente na Bíblia! Não nos importa o que fulano ou ciclano pensa e sim o que Deus nos diz em Sua Palavra (não na minha ou na sua palavra, mas na Dele!).
Bem vindo! Que o Senhor nos abençoe e que Seu Espírito Santo nos ilumine...na Verdade...na Bíblia!